• Albufeira
  • Alfragide
  • Almada
  • Amadora
  • Aveiro
  • Braga
  • Coimbra
  • Gaia
  • Gondomar
  • Leiria
  • Loulé
  • Maia
  • Matosinhos
  • Sintra
  • Torres Vedras
A minha loja

Selecione a sua loja e descubra a disponibilidade dos produtos.

  • Albufeira
  • Alfragide
  • Almada
  • Amadora
  • Aveiro
  • Braga
  • Coimbra
  • Gaia
  • Gondomar
  • Leiria
  • Loulé
  • Maia
  • Matosinhos
  • Sintra
  • Torres Vedras
0 0,00€
0,00

Como instalar um termoacumulador elétrico










01. Introdução 

Os termoacumuladores elétricos modernos têm uma excelente eficiência energética: aquecem rapidamente e acumulam o calor durante muito tempo. Por isso converteram-se numa opção alternativa aos esquentadores a gás ou às caldeiras para ter água quente em casa.
  • O que precisa? (passo 2)
  • Como planificar o projeto? (passo 3)
  • Onde colocar o termoacumulador? (passo 4)
  • Como instalar o termoacumulador? (passo 5)

02. O que precisa? 

Materiais:
  • Termoacumulador
  • Parafusos reforçados
  • Válvula de segurança
  • Válvula redutora de pressão
  • Misturador termostático
  • Buchas e parafusos (encaixe para sanitários)
  • Teflon ou fio de cânhamo

 
Ferramentas:
  • Broca
  • Chave de parafusos elétrica
  • Lápis
  • Nível
  • Escadote
  • Chave inglesa
  • Maçarico
 
Use proteção!
 
Recomendamos que para realizar esta tarefa utilize luvas e óculos de proteção para evitar acidentes.

03. Como planificar o projeto? 

O mais importante é a utilização que vai ser dada ao termoacumulador, se é para substituir um esquentador ou como apoio de água quente a outra zona da casa. Existem termoacumuladores com diferentes capacidades, medidas em litros; por isso é importante conhecer para que fim irá ser utilizado e quantas pessoas vivem em casa. Quatro pessoas necessitam de mais água do que duas, por exemplo. Também é importante saber qual o espaço disponível. Meça o espaço onde o pretende colocar, em que posição, horizontal ou vertical e procure ajuda para escolher a melhor opção. Deve ter em conta, também, se é necessário fazer algum acrescento, pelo que deve comprar o necessário para a instalação.

Com modificação de torneiras:
Se tiver de fazer juntas de cobre para mudar as torneiras ou colocar um misturador termostático, deve comprar também tubo de cobre, mangas, uniões, cotovelos, Ts, etc, para além  de decapante, de fio de ligação de estanho, prata para a soldadura e maçarico.  Se, para além disso, tiver de colocar uma tomada perto do termoacumulador,  precisa do material elétrico necessário, como cabos de fase, neutro e terra e a  base da tomada.
Pode puxar eletricidade de outra tomada ou com uma caixa de derivação com  calhas, para esconder os cabos.
 

04. Onde colocar o termoacumulador? 

Um termoacumulador elétrico pode ser colocado em qualquer lugar, ainda que os sítios ideais sejam a casa de banho e a cozinha. Mas se não dispuser de local, pode procurar outro lugar, uma parte mais alta, um armário superior, um teto falso grande de andares altos…
 
A única coisa que necessita são torneiras de água fria e quente uma tomada por perto.

05. Como instalar o termoacumulador? 

Passo 1:
Meça na parte de trás do termoacumulador a distância entre os pontos de encaixe, tanto na horizontal, como na vertical. Assim poderá marcar a colocação dos parafusos na parede.



Passo 2:
Transporte as medidas para a parede. Veja a posição para que não fiquem longe das torneiras de segurança da água fria e da água quente e da tomada.



Passo 3:
Marque o primeiro ponto para um parafuso. Com um nível e uma fita métrica transporte a medida onde se deve colocar o parafuso para a patilha do suporte ao lado.



Passo 4:
Trace com o nível uma linha até cima desde um dos pontos de encaixe que tiver assinalado. Marque a altura dos dois pontos de encaixe superior.
 


Passo 5:

Faça os furos e coloque as buchas. Tenha em conta qual o tipo de parede existente para colocar a bucha apropriada. O mais correto é colocar buchas de pelo menos 10 cm, com as porcas e anéis de aperto correspondentes. Para instalar um termoacumulador os encaixes de sanitários são os mais apropriados.



Truque a ter em conta!!
 Se o termoacumulador tiver um modelo para a sua colocação, não é necessário executar os passos anteriores. Se tiver ajuda, pode marcar os pontos de encaixe colocando o próprio termoacumulador sobre a parede e marcando aí os pontos de instalação. Antes de começar a furar, dever ter a certeza que tudo se encontra nivelado.

Passo 6:
Verifique com o nível que as buchas ficaram alinhadas tanto na vertical como na horizontal. Coloque a vareta roscada do encaixe nos furos. Termine de apertar com uma chave inglesa.

 

Passo 7:
Coloque com cuidado o termoacumulador sobre os quatro parafusos de encaixe que colocou. Cuidado, este equipamento é pesado. Se tiver ajuda, melhor. Se o termoacumulador está alto, trabalhe com o escadote bem seguro.
 


Passo 8:
Aparafuse as porcas de segurança de plástico ou metálicas na haste da vareta de encaixe para segurar as quatro patilhas de segurança do termo.
 


Passo 9:
Coloque na base do termo as duas mangas electrolíticas na rosca de entrada de água fria (assinalada a azul) e na saída de água quente (assinalada a vermelho).
 


Passo 10:
Enrosque a válvula de segurança na manga eletrolítica da entrada de água fria que protege os excessos de pressão. Enrole um pouco de teflon nas roscas.



A válvula de segurança:
A válvula de segurança evita problemas no caso da caldeira ter demasiada pressão. Irá sair água pela saída correspondente para reduzir a pressão do sistema. O mais correto é que se coloque na válvula de segurança um tubo flexível de PVC de diâmetro apropriado para que a possível evacuação vá diretamente ao esgoto da casa. Se existir por perto uma saída da pia com um sifão, poderá ser colocada uma boca de evacuação.

Passo 11:
Enrosque os parafusos reforçados à válvula de segurança, na entrada de água fria e à manga eletrolítica, na saída de água quente. Utilize a chave inglesa para apertar. Segure na parte plana do parafuso para que este não se retorça ao apertar.



Passo 12:
Enrosque também os parafusos às chaves da torneira de corte.
 


Passo 13:
Abra as torneiras de passagem da água fria e da água quente e verifique se não existem fugas. Lembre-se que antes de ligar o termo para que este comece a aquecer, deve retirar o ar do circuito, abrindo uma torneira até verificar que não sai ar. Depois já pode ligar para começar a aquecer.



Colocação horizontal ou vertical:
Existem termoacumuladores para colocação vertical ou horizontal. E existem outros que servem para as duas posições. Assegure-se antes de comprar qual o que mais lhe convém. Se tem pouco espaço ao alto e tem mais distância de largura, compre um que se possa colocar na horizontal. Não esquecer que deve ter por perto entradas de água e uma tomada.
 
Tirar o ar do circuito:
Antes de ligar o termoacumulador deve purgar o circuito de água. Durante a instalação podem entrar borbulhas de ar que devem ser retiradas para que quando o termoacumulador ganhe pressão não ocorra nenhum problema. É muito fácil. Deixe correr água na torneira mais próxima até verificar que saiu todo o ar. Depois já pode ligar sem problemas.