• Albufeira
  • Alfragide
  • Almada
  • Amadora
  • Aveiro
  • Braga
  • Coimbra
  • Gaia
  • Gondomar
  • Leiria
  • Loulé
  • Maia
  • Matosinhos
  • Sintra
  • Torres Vedras
  • AKI Ermesinde
A minha loja

Selecione a sua loja e descubra a disponibilidade dos produtos.

Lojas LEROY MERLIN

  • Albufeira
  • Alfragide
  • Almada
  • Amadora
  • Aveiro
  • Braga
  • Coimbra
  • Gaia
  • Gondomar
  • Leiria
  • Loulé
  • Maia
  • Matosinhos
  • Sintra
  • Torres Vedras

Lojas AKI

  • AKI Ermesinde
0 0,00€
0,00

Saiba como fixar cargas pesadas



Saiba como fixar cargas pesadas

Dificuldade : Principiante 

01. Introdução 

Fixar na parede objetos pesados, tanto no interior como no exterior da casa, requer uma ancoragem infalível. Para evitar surpresas desagradáveis, as fixações devem ser adequadas à carga e à natureza do suporte.

Temos também de ter em conta o diâmetro de perfuração e o tipo de bucha a utilizar, sendo que alguns modelos requerem uma ferramenta especial para a colocação.

Não se esqueça também do aspeto da fixação que influencia a estética da obra.

A sua realização em 8 etapas:

             - Ferramentas a utilizar (Passo 2)

- A preparação (Passo 3)

- A perfuração (Passo 4)

- Bucha com aletas de expansão (Passo 5)

- Bucha de expansão (Passo 6)

- Bucha de impacto (Passo 7)

- Bucha autoperfurante (Passo 8)

- Selagem química (Passo 9)

- Fixação invisível (Passo 10)

02. A preparação 

A. Definir a carga

Três níveis de cargas
 
Diâmetro de fixação
 
Leve: Inferior a 20 Kg Ø < a 6 mm
Média: 20 a 50 Kg Ø 6 a 8 mm
Pesada: superior a 50 Kg Ø 10 mm ou +

Conselho: A capacidade de uma bucha é dada para um só ponto de fixação. Se colocar duas buchas, duplica a carga admissível, desde que os pontos de ancoragem sejam corretamente distribuídos. Desta forma é possível fixar uma peça de 80 ou 90 kg com duas buchas para carga média.


B. Determinar a natureza do suporte

Características a saber: o tipo de alvenaria, maciça ou oca, e a sua estrutura, dura ou friável.
                                     
              Materiais maciços
 
Duros Friáveis
Betão batido (moldado)
Tijolo maciço
Bloco de cimento maciço
Pedra natural
Betão celular
Laje de gesso


Materiais ocos
 
Duros
 
Friáveis
 
Tijolo alveolar de construção
Tijolo de gesso
Laje e vão em betão
ou terracota
Bloco de cimento oco

Placa de gesso cartonado
Painel de revestimento isolante
Painéis alveolares com
revestimento de gesso

03. A perfuração 

A. Marcar os pontos de fixação

Traçar a linha de colocação e, em função do entre-eixo requerido, assinalar com um traço os pontos de ancoragem.



B. Perfurar a parede

O furo para a fixação deve ser feito do mesmo diâmetro da bucha. Deve ser mais profundo de 10 mm do que o comprimento da bucha para deixar espaço à extremidade do parafuso e a eventuais resíduos de pó.

Conselho: para otimizar a fixação numa parede de blocos de cimento ou tijolos alveolares, usar buchas suficientemente compridas para alcançar a segunda ou, caso seja possível, a terceira alvéola.

Colocar uma broca adequada ao material da parede e perfurar perpendicularmente à divisória.
Num material oco e friável, nunca usar a percussão para evitar os estilhaços ou o alargamento do furo.
No betão, privilegiar o martelo perfurador que oferece uma potência de impacto mais elevada do que o berbequim.

Conselho: Para evitar a fragmentação do material, as fixações mecânicas devem estar suficientemente afastadas (15 mm no mínimo) das juntas e das extremidades dos blocos de construção. Igual para as placas ou painéis de revestimento.


C. Remover o pó

É importante limpar bem o furo após a perfuração. No caso de uma selagem química, é rigorosamente indispensável: caso contrário a resina não adere.

Começar por limpar o interior do furo com um escovilhão para remover o pó.

Terminar a limpeza com uma ferramenta apropriada, como por exemplo um soprador de mão. Existe em forma de pera ou com bomba, a segunda sendo preconizada para a ancoragem química.

Quando a cânula estiver inserida no furo, acionar o pistão para soprar o ar e expulsar o pó residual.

04. Bucha expansiva para materiais ocos  

Este tipo de bucha coloca-se com o seu parafuso métrico. Num material mole como a placa de gesso, introduz-se facilmente à mão. Caso seja necessário, usar um pequeno martelo para terminar a operação.


Numa segunda fase, desapertar ligeiramente o parafuso.
 

Inserir (de baixo para cima) a ponta da pinça de expansão entre a gola e a cabeça do parafuso. Acionar o gatilho para expandir a bucha. Neste movimento, a bucha torna a sair enquanto os dentes da gola se fixam ao máximo à parede.
 

Numa terceira fase, retirar o parafuso. Colocar o objeto a suspender na parede e apertar o parafuso até ao bloqueio.

Conselho: Este tipo de bucha existe em versão autoperfurante com parafuso com extremidade pontiaguda. Podemos retirar e repor o parafuso tantas vezes quanto necessário sem enfraquecer a fixação.

05. Bucha de expansão 


Em montagem nivelada, retirar o parafuso métrico para introduzir a bucha com o martelo até ficar nivelada com a parede.
 


Para este tipo de fixação, uma chave de caixa é a ferramenta mais adequada.

Posicionar o elemento a fixar, repor o parafuso e apertar com a ajuda de uma chave. Durante o aperto, o cone de extremidade é atraído para o interior do casquilho da bucha, que se expande então contra as paredes do furo. Caso seja necessário efetuar um trabalho de manutenção ou uma reparação, a fixação nivelada autoriza a desmontagem e a reinstalação do equipamento fixado.

Conselho: Esta categoria de buchas inclui modelos para montagem transversal, que se inserem diretamente através das peças a fixar (chapas metálicas de corrimão por exemplo). Encontram-se também buchas similares de ancoragem reforçada por bloqueio de forma.

06. Bucha de impacto 


Colocar a bucha em frente ao furo e introduzi-la com um martelo.

Fixar o objeto com a ajuda de um parafuso para madeira. O aperto afasta os segmentos da bucha até ao bloqueio. Num corpo oco, o ângulo de afastamento alcança 120°.

Conselho: Num material muito mole, a bucha pode ser introduzida sem perfuração.

07. Bucha autoperfurante 


Como o próprio nome indica, esta bucha evita a perfuração do suporte.

Colocar a bucha no local da fixação e aparafusar, com a ajuda de uma chave de fendas ou de uma aparafusadora, até encostar a gola contra a parede. Trabalhar com uma velocidade lenta, especialmente se a parede for fina para não a danificar.

A fixação efetua-se igualmente com um parafuso para madeira.

Conselho: Nunca se deve sobrecarregar um móvel, seja ele qual for, sob pena de fragilizar as suas fixações e ver as suas prateleiras curvarem-se.

08. Bucha quimica 


A parede deve ser perfurada com um diâmetro superior de 2 mm ao da haste roscada utilizada para a fixação.

Colocar o cartucho de resina, com a sua ponteira misturadora, numa pistola de extrusão. A fim de homogeneizar a mistura dos dois componentes, injetar um pouco de produto em vácuo.

Num material maciço, injetar diretamente a resina do fundo do furo para o exterior. Realizar a operação lentamente retirando a ponteira centímetro por centímetro.

Num material oco, colocar o crivo em plástico antes de injetar a resina. Vai expandir-se nas alvéolas passando através das malhas.


Introduzir a haste no produto de selagem, exercendo uma leve rotação para ajudar a introduzi-la e revesti-la corretamente. Cuidado para posicioná-la perpendicularmente à parede!

Aguarde até ao endurecimento completo (ver manual de utilização) antes de colocar o objeto e fixá-lo com uma porca e uma anilha intercalada.

09. Fixação invisível 

A mástique cola de fixação permite colocar, sem trabalho de preparação, cargas pesadas sobre qualquer tipo de suporte. Únicas exigências: efetuar a colocação sobre uma superfície limpa e não húmida, em tempo seco.

Em função da realização, pode ser necessário manter a obra em pressão entre 24 e 48 horas por meio de uma escora.
Depois de seco, a mástique tem uma resistência mecânica de 30 a 50 Kg/cm² (consoante o produto).

10. Ferramentas e materiais 

Ferramentas

- Berbequim ou torna
- Brocas para metal
- Alicate de cravar
- Martelo
- Bucha de expansão
- Aparafusadora de pladur
- Aparafusadora elétrica
- Chave de fendas
- Chave de roquete
- Soprador / Pistola de ar
- Pistola de cartucho
- Luvas
- Óculos de proteção
- Máscara anti-pó

Materiais

- Buchas metálicas para materiais maciços e ocos
- Bucha quimica
- Cartucho de injeção poliester ou vinilico