• Albufeira
  • Alfragide
  • Almada
  • Amadora
  • Aveiro
  • Braga
  • Coimbra
  • Gaia
  • Gondomar
  • Guimarães
  • Leiria
  • Loulé
  • Maia
  • Matosinhos
  • Montijo
  • Sintra
  • Torres Vedras
  • AKI Ermesinde
  • AKI Porto
A minha loja

Selecione a sua loja e descubra a disponibilidade dos produtos.

Lojas LEROY MERLIN

  • Albufeira
  • Alfragide
  • Almada
  • Amadora
  • Aveiro
  • Braga
  • Coimbra
  • Gaia
  • Gondomar
  • Guimarães
  • Leiria
  • Loulé
  • Maia
  • Matosinhos
  • Montijo
  • Sintra
  • Torres Vedras

Lojas AKI

  • AKI Ermesinde
  • AKI Porto
0 0,00€
0,00

Saiba como instalar um candeeiro de teto ou uma suspensão

                       

01. Introdução 

A norma NF-C 15-100 é revista regularmente para melhorar o conforto e a segurança das nossas instalações elétricas. Se a instalação de um candeeiro de teto é bastante simples de executar, esta deve respeitar as mais recentes evoluções relacionadas com a construção nova ou grande restauração. Em todos os casos, escolher um sistema de fixação adequado à estrutura do teto e ao peso do candeeiro!

          - A preparação (Passo 2)
          - A instalação da fixação (Passo 3)
          - A montagem do candeeiro de teto (Passo 4)

02. A preparação 

As precauções a tomar

        - Em primeiro lugar, desligar o circuito colocando o disjuntor divisionário em posição desligado.
        - Verificar com um testador que a corrente está cortada à saída dos fios de alimentação. 

O procedimento a seguir

         - Em muitas instalações antigas, os fios elétricos saem do teto. A suspensão da luminária requer a colocação de uma fixação específica com um gancho ou um pitão: bucha metálica basculante e de mola para corpo oco, bucha metálica de expansão para material maciço... A conexão do candeeiro é feita por meio de dominós ou conectores rápidos.
 
         - As instalações mais recentes consistem geralmente em circuitos elétricos encastrados que terminam em caixas de conexão convencionais. Estas são fechadas por uma tampa a aparafusar, também equipada com um gancho ou pitão. Antes de fixar a tampa é inserido um opérculo para deixar passar e conectar o cabo de alimentação do candeeiro.
 
         - Nas construções novas ou nas restaurações de grande dimensão, a norma NF 15-100 exige a ligação dos candeeiros de teto nas caixas «ponto de centro» DCL (Dispositivo de Conexão para Luminária). Incluem um terminal especial ligado a uma tampa autobloqueante. O terminal forma uma cavidade oca para a ligação da luminária. A operação é feita sem ferramentas através de um conector DCL, substituindo os casquilhos convencionais.
Conselho: Existem caixas DCL para suportes ocos, com sistema de bloqueio e outros a selar para materiais maciços. São capazes de suportar até 25 kg.
 
Marcar a localização

Conselho: As caixas ponto de centro estão disponíveis em dois diâmetros comuns: 65 ou 67 mm.

                                                  

Assinalar com uma cruz o local de perfuração da bucha ou da caixa a encastrar.

03. A instalação da fixação 

                                             

Após ter retirado o pó do furo, inserir a bucha e apertar o gancho ou o pitão.
Instalar uma bucha de suspensão

          - Perfurar o teto com uma broca de betão de mesmo diâmetro que a bucha.
          - Consoante o tipo de fixação, o aperto provoca o bloqueio por basculamento, por afastamento das aletas ou por expansão do corpo da bucha.

                                          






 

Para perfurar o compartimento da caixa de conexão, utilizar uma ferramenta adaptada à natureza do teto: serra copo ou trépano.

Instalar uma caixa DCL

              - Se a instalação for feita num teto maciço, cavar um rego de passagem e trazer os cabos até ao local da caixa.
Conselho: As caixas DCL complementam-se de uma haste roscada que serve para reforçar a sua manutenção. O tipo de candeeiro de teto determina a escolha da haste: para aparafusar na madeira, cavilhar ou selar.

                                            

Num material maciço, selar a caixa com gesso e, em seguida, apertar a porca de fixação da haste roscada com uma chave tubular ou de caixa.

            - Colocar a caixa no seu compartimento para localizar o ponto de perfuração da haste roscada. Em princípio, o eixo central do pitão pode ser desmontado para facilitar a operação.
 
            - Retirar a caixa e perfurar o teto com o diâmetro especificado para a haste. Uma vez fixada ao teto, pode reinstalar a caixa.
Dica: Antes de colocar a caixa, não esquecer de abrir a tampa que permite a passagem dos fios elétricos.

                                            


Num corpo oco, é necessário apertar os pequenos parafusos que provocam o afastamento das garras ou pernas de bloqueio da caixa atrás da parede.
  • Apertar os parafusos ao máximo para garantir um ótimo apoio.

04. A montagem de um candeeiro de teto 

                                               

Pendurar a barra ao gancho da cavilha e proceder à ligação do candeeiro.

Instalação antiga

             - Começar por enfiar o cordão do candeeiro na barra de suspensão em plástico.

Dica: A barra evita aos cabos elétricos suportar o peso do candeeiro.

             - No caso de um lustro ou uma suspensão, basta subir o pavilhão para esconder a fixação

                                                

Descarnar as extremidades dos condutores de 8 a 10 mm e inseri-las nos conectores do terminal até ao bloqueio.

Com uma caixa DCL

            - Voltar a colocar o eixo central do pitão no fundo da caixa.
 
            - Respeitar cuidadosamente os símbolos dos terminais: neutro (N), fase (L) e terra.

Conselho: Nas instalações novas ou normalizadas, os candeeiros devem estar obrigatoriamente ligadas à terra, exceto as de classe II.

                                             

Após ter verificado a solidez da ligação, encaixar o conjunto terminal/tampa na caixa e aparafusar o gancho central.