• Albufeira
  • Alfragide
  • Almada
  • Amadora
  • Aveiro
  • Braga
  • Coimbra
  • Gaia
  • Gondomar
  • Leiria
  • Loulé
  • Maia
  • Matosinhos
  • Sintra
  • Torres Vedras
  • AKI Ermesinde
A minha loja

Selecione a sua loja e descubra a disponibilidade dos produtos.

Lojas LEROY MERLIN

  • Albufeira
  • Alfragide
  • Almada
  • Amadora
  • Aveiro
  • Braga
  • Coimbra
  • Gaia
  • Gondomar
  • Leiria
  • Loulé
  • Maia
  • Matosinhos
  • Sintra
  • Torres Vedras

Lojas AKI

  • AKI Ermesinde
0 0,00€
0,00

Saiba como restaurar um móvel



01. Introdução 

Uma restauração digna desse nome começa por uma boa decapagem. Permite examinar a madeira e efetuar operações necessárias: tratamentos, preenchimentos, consolidação... Terminada a restauração do móvel, finalizar com o acabamento. Os produtos atuais de marcenaria facilitam em muito o trabalho em todas as suas fases. Antes de renovar a madeira, desmontar as ferragens, os bronzes, e limpá-los à parte.

A sua realização em 5 etapas

           - Decapar e limpar a madeira (Passo 2)
           - Proteger dos parasitas (Passo 3)
           - Preencher e reparar (Passo 4)
           - Colorir (Passo 5)
           - Aplicar o acabamento (Passo 6)

02. Decapar e limpar a madeira 

Móvel encerado ou envernizado?

Para identificar um acabamento engordurado, esfregar um canto do móvel com um pano embebido em álcool de queimar.

         - Se o pano ficar colorido e ficar pegajoso, o móvel está encerado.
         - Se o pano não ficar colorido ou apresentar apenas marcas de sujidade, está na presença de verniz.

Dica: Também pode realizar o teste com lixa. A cera cola-se enquanto o verniz se transforma em pó.

                                                

Para retirar a cera

          - Usar um removedor de cera, espécie de decapante "suave" que serve para dissolver a frio as velhas camadas de cera.
          - Agitar a embalagem antes de usar. Desarrolhar a tampa e embeber de produto um tampão de lã de aço n°0 ou 00, consoante o nível de engorduramento.
          - Esfregar na direção dos veios, até eliminação completa da cera, e deixar secar. Substituir o tampão quando estiver demasiado sujo.

Conselho: O removedor de cera atua rapidamente. Limpa a madeira em profundidade sem a desnaturar. Usar luvas e, se for o caso, proteger as guarnições em couro, tecido...

                                                 

Para eliminar o verniz
O decapante químico é particularmente agressivo. 
Para além das luvas, usar roupas velhas (ou um avental) e óculos para proteger os seus olhos em caso de projeções.
Conselho: Evitar decapar em pleno sol. É recomendado arejar a divisão durante e após a aplicação, até dissipação dos vapores. Se tiver grandes superfícies a decapar, uma máscara antivapor é o ideal...

          - Após a ter agitado, abrir a embalagem com precaução.

Dica: Após ter retirado a tampa, cobrir com um pano espesso a membrana de proteção em plástico antes de perfurar, recortar ou retirar.

          - Caso seja necessário, verter o decapante num recipiente.
          - Aplicar o produto abundantemente com uma trincha plana e deixar atuar cerca de 20 min.
          - Retirar a matéria empolada com a espátula na direção dos veios da madeira.
          - Nas partes molduradas ou esculpidas, utilizar uma escova em aço latonado ou lã de aço.

                                                     

          - Repetir a operação caso seja necessário.
         - Passar a seguir as superfícies planas com um raspador para fazer desaparecer a maior parte das manchas superficiais.

Conselho: Um decapante em gel (que não escorre) permite trabalhar mais eficazmente nas superfícies verticais. Com uma fórmula sem enxaguamento, ganho de tempo garantido! Quando a madeira estiver desnaturada, atacar a fase seguinte.

                                                      

Para limpar
Os ultravioletas escurecem a madeira encerada ou envernizada. Um aclarador permite reavivá-la. Este produto incolor, pronto a usar, elimina também as manchas resistentes: enegrecimento devido à humidade, tinta, ferrugem, vinho...
Conselho: Antes de comprar, ler as instruções de aplicação contidas na lata. As essências exóticas como o iroko, sipo ou o teca podem requerer um produto específico tipo "aclarador madeiras exóticas".

           - Se ficarem cristais visíveis na superfície da madeira, enxaguar e deixar secar novamente.
           - Aplicar o aclarador com a trincha e deixar atuar cerca de 10 min.
           - Enxaguar depois com uma esponja húmida e aguardar a secagem completa, no mínimo até ao dia seguinte.

Conselho: Alguns fabricantes recomendam um enxaguamento com mecha de algodão embebido em álcool para verniz. Contrariamente à água, o álcool tem um poder desengordurante benéfico antes de colorir, encerar ou envernizar.

                                                          

            - Quando o móvel estiver bem seco, polir as superfícies com uma lixa fina e retirar o pó com um pano sem pelo.
            - Para esta operação, a lã de aço é desaconselhada.

03. Proteger os parasitas 

Tratamento preventivo e curativo
É indispensável proteger a madeira contra os insetos e fungos. 
Quando estes parasitas se instalam, fragilizam pouco a pouco a estrutura do móvel e, com o tempo, condenam-na.
Conselho: Todos os produtos não são adequados. Escolher um tratamento "especial móveis", incolor e não gorduroso.

         - Em prevenção, tratar por impregnação em duas demãos aplicadas com trincha plana. Deixar secar bem a primeira demão antes de passar para a seguinte.
         - Uma ação curativa realiza-se por injeção em profundidade. Para esta operação, existem aerossóis especiais com uma cânula e um bico injetor na extremidade.

                                                        

Ação curativa por injeção

           - Introduzir a agulha do bico no buraco e exercer uma forte pressão no aerossol. Preencher a galeria até saturação.
           - É inútil preencher cada buraco. Basta uma injeção a cada 10 cm² aproximadamente para obter um resultado eficaz.

Dica: Um móvel imponente pode ser tratado pelos pés. Colocá-los de molho em pequenas bacias enchidas com tratamento que se irá difundir sozinho por capilaridade. Quando a madeira estiver saturada, ficará com um aspeto molhado: retirar então as pequenas bacias e deixar secar durante um dia.

04. Preencher e reparar 

Para preencher os buracos e fendas

Para pequenos preenchimentos, uma massa para madeira pronta a ser usada convém perfeitamente.
Para preenchimentos mais importantes ou tapar falhas, usar uma massa/mistura bicomponente: resina poliéster + endurecedor. 
Respeitar escrupulosamente as dosagens indicadas na embalagem! A mistura seca rapidamente, preparar pequenas quantidades de cada vez para não desperdiçar.
Conselho: Pode escolher um produto de preenchimento incolor ou colorido, consoante o acabamento escolhido.

         - Com a ajuda de uma pequena espátula, preencher bem o buraco ou a fenda.
         - Várias camadas podem ser necessárias para o preenchimento (ver as instruções de uso).
         - Deixar secar completamente antes de aplicar novamente a mistura.

Dica: A cera de preencher permite tapar os "buracos de verme", reparar os pequenos acidentes de um móvel já encerado ou por encerar. Aquece-se na mão e aplica-se após estar amolecida com a ajuda de uma pequena espátula em madeira maciça.

Para consolidar

         - Para reforçar um móvel carunchoso, utilizar um endurecedor para madeira. 
Este líquido incolor à base de resinas de poliuretano interrompe a degradação e proporciona solidez às zonas fragilizadas.
         - Com a pipeta formiga, preencher as galerias até saturação na totalidade da madeira deteriorada.
         - Terminar com uma camada de nivelamento com o pincel.
         - Após 4 h de secagem, poderá polir, colorir... aplicar o acabamento da sua escolha.

                                                       

Para polir

O polimento determina o aspeto da superfície do seu móvel.

          - Começar por polir as reparações com lixa de papel n° 80 até nivelar a superfície.

                                                     

          - Polir a seguir a totalidade do móvel, sempre na direção dos veios, utilizando sucessivamente lixas com grãos crescentes n°120 a 240.
          - Para terminar, limpar cuidadosamente com um pano embebido em álcool de queimar.

Conselho: Se as superfícies planas são polidas com a ajuda de um bloco, também existem tampões abrasivos flexíveis para as partes molduradas ou esculpidas.

05. Colorir 

À base de água de preferência
A coloração permite tapar os defeitos de aspeto, fazer sobressair as qualidades de uma madeira e, claro, dar-lhe uma tonalidade mais pessoal.

          - Uma coloração é indispensável antes de o acabamento para unificar um móvel cujas cores não são homogéneas.

Conselho: As tintas à base de água são mais fáceis de dosear do que as tintas à base de álcool e são miscíveis entre elas.

          - Para encontrar a boa dosagem, realizar testes numa parte escondida do móvel ou sobre um pedaço de madeira de mesma essência.
          - Começar levemente e escurecer progressivamente até e alcançar o tom ideal.
          - Aguardar pela secagem da tinta para apreciar o resultado.

Dica: Apontar as proporções de água e pigmento para poder reproduzir a tonalidade da sua escolha.

          - Efetuar a mistura num recipiente em vidro, por exemplo num frasco de compota. Pode pintar com esponja, mecha de algodão ou pincel plano.

                                                                        

           - Aplicar a tinta na direção dos veios, elemento por elemento: painéis, montantes, travessas...

           - Limpar imediatamente o excedente com um tampão de mecha limpo ou um pano sem pelo.

Dica: Após secagem completa, efetuar um polimento ligeiro para alisar as fibras levantadas pela água da tinta.

06. Aplicar o acabamento 

                                                  

Para impermeabilizar a madeira
Duas opções: endurecedor ou óleo.

           - O endurecedor fixa a cor e tapa os poros da madeira.
           - Protegendo da água e das manchas, utiliza-se antes de uma cera ou de um verniz.

Conselho: O endurecedor celulósico apresenta a vantagem de secar rapidamente. Fica livre de pó após 15 a 30 min e pronto para ser pintado 1 a 2 h após a aplicação.

Aplicação

            - Aplicar o endurecedor com uma trincha spalter ou uma mecha, na direção dos veios da madeira. São pelo menos necessárias duas demãos para preencher os poros, a primeira devendo eventualmente ser diluída para favorecer a absorção.
            - Polir cada demão com lã de aço n°000. A operação produz um pó branco que pode ser limpo com um pano.

Dica: Uma madeira com os poros bem tapados é suave ao toque. Pode comprová-lo observando-a com uma luz rasa.

           - O óleo para móvel tem uma dupla função de impermeabilização e acabamento. Nutre a madeira proporcionando-lhe um aspeto mate, não gorduroso.
           - Existem óleos para todo o tipo de madeira, e alguns específicos para essências exóticas.
           - Efetuar a aplicação com uma trincha plana em 2 demãos regulares, entrecortadas de 4 a 12 h de secagem, consoante o produto e a porosidade da madeira.
           - Limpar o excedente com um pano de algodão sem pelo.

Dica: Para saber se o seu móvel está suficientemente protegido, colocar algumas gotas de água e observar. Se as gotas ficarem à superfície, a madeira está impermeabilizada. Caso contrário, aplicar uma nova camada de óleo. O óleo necessita de uma manutenção regular: Aplicar de vez em quando uma passagem com um pano.

                                                                     

Para encerar

Privilegiar ceras de abelhas naturais de qualidade "antiquário".
Uma cera líquida aplica-se com pincel na direção dos veios. 
Uma cera em pasta deve ser aplicada com um pano ou mecha, em pequenos círculos energéticos.

           - Proceder em 2 ou 3 passagens bem guarnecidas.
           - Limpar de cada vez o excedente com um pano e deixar secar.
           - Terminar esfregando bem com uma escova de lustro, em cerdas de javali.

Para envernizar

O envernizamento é uma operação delicada.
Inicialmente, é melhor optar por um verniz "marcenaria" aplicável com uma trincha spalter ou, então, um verniz goma-laca.

          - Com uma trincha spalter, o verniz é aplicado em 2 demãos finas e regulares.
          - Trabalhar na direção dos veios da madeira, começando pela parte superior do móvel e terminando na parte de baixo.

                                                                  

Aplicação

            - Após secagem completa da primeira demão, polir o verniz ligeiramente com lã de aço n°000, e depois limpar cuidadosamente o pó.
            - Passar a segunda demão, alisando para terminar com a ponta das cerdas.
            - O verniz goma-laca aplica-se com uma mecha dentro de uma tela de algodão De vez em quando, convém aplicar uma gota de vaselina na tela para facilitar o deslizamento.

Conselho: O verniz goma-laca utiliza-se frequentemente como protetor para um acabamento encerado. O gesto exige um mínimo de prática para obter um brilho próximo do verniz com tampão tradicional, o qual requer uma experiência quase profissional.