Escolha a sua loja

Para continuar a navegar no nosso site por favor escolha a sua loja de preferência

Escolher

COMO ESCOLHER PORTAS INTERIORES

Tudo o que precisa de saber para escolher as suas portas de interior ideais

Decidiu renovar a sua casa e mudar as portas ? Substituir as portas interiores é uma das maneiras mais eficazes de modernizar uma casa a adaptá-la ao seu gosto. Entre portas de bater e de correr, lacadas ou de madeira, mais clássicas ou mais modernas...Vamos explicar-lhe tudo o que precisa de ter em conta para que possa encontrar a sua porta de interior ideal na LEROY MERLIN.

 

 

Índice

 

1. Em que consiste uma porta de interior ?

2. A importância da divisão e o uso da porta

3. Os diferentes sistemas de abertura

4. Como escolher o sentido de abertura de uma porta

5. Escolher o desenho e a cor

6. Como tirar as medidas

 

 

 

1. Em que consiste uma porta de interior ?

 

Antes de começar, é importante que tenha conhecimento das diferentes partes que compõem uma porta de interior, para além do óbvio. Uma porta de interior contém os seguintes componentes:

 

0. Pré-aro:  É uma estrutura (normalmente de madeira) que se fixa na abertura da parede para poder reforçá-la. Quando se muda uma porta pode manter-se o pré-aro original. Mas se está deteriorado ou se vai modificar o tamanho da abertura, terá que ser substituído por um novo.

 

 

Imagem ilustrativa dos componentes de uma porta interior

 

 

  1.  Folha da porta: Coneta-se ao aro com dobradiças. Neste tipo de portas, as folhas são abatíveis e podem ter dois sentidos de abertura.
     
  2.  Aro/Aduela : Faz parte da estrutura da porta. Nas portas de interior costuma ser de madeira e  instala-se fixando-o ao pré-aro. Serve para suportar a folha com as dobradiças e acolher o sistema de fecho. O material do aro é essencial para assegurar a sua durabilidade e resistência à humidade ao longo do tempo.
     
  3. Guarnição:  Também conhecida como ombreira. Estas peças formam uma moldura que oculta o aro e serve como  guarnição.
     
  4. Dobradiças: Conetam a folha ao aro e facilitam a sua abertura e fecho.
     
  5. Fechadura e Puxador: Constituem a maçaneta e o sistema de abertura/fecho da porta. Normalmente vêm incluídos nas folhas, mas podem ser alterados.

 

Nota: Na LEROY MERLIN  encontrará duas denominações  para portas interiores: "Porta" e "Bloco de Porta". Um produto referenciado como "Porta" apenas inclui a folha da porta. Um "Bloco de Porta" inclui a folha da porta bem como o aro.  Tenha em atenção este pormenor se procura comprar uma porta sem assistência dos nossos especialistas.

 

 

Acabamento interior

 

Relativamente ao acabamento interior, as portas podem ser ocas ou maciças. As portas ocas são compostas por um painel alveolar (favo cartonado) e uma capa de MDF. São portas mais leves mas por sua vez menos robustas e com menor capacidade de isolamento acústico e térmico.

As portas maciças são fabricadas completamente em aglomerado, MDF ou madeira maciça. São muito consistentes e proporcionam um excelente isolamento termo-acústico. 

 

 

Acabamento exterior 

 

O acabamento exterior pode ser de madeira natural - envernizada ou não - lacado - tábuas de MDF onde se aplicam capas de laca. É importante a quantidade de laca (gramagem), que se mede em gramas por metro quadrado e aumenta a durabilidade da porta - ou efeito madeira - fabricadas em tábuas de MDF sobre as quais se aplicam várias camadas de papel imitando o desenho da madeira natural.

 

 

2. A importância da divisão e o uso da porta

 

Por mais que a estética seja importante, muitas vezes esquecemo-nos de outros fatores cruciais que podem influenciar a escolha de uma porta adequada às nossas necessidades.  Para facilitar a sua escolha, a  gama de portas interiores da LEROY MERLIN está dividida em 4  níveis de uso adaptados às diferentes características e divisões de uma casa. Estes níveis são MÉDIO, FORTE, INTENSO e MUITO INTENSO, classificados de acordo com a durabilidade, resistência à humidade e isolamento termo-acústico de cada modelo de porta. Na seguinte imagem poderá verificar quais os níveis de uso recomendados para cada divisão da casa: 

 

Tabela de usos de portas interiores da Leroy Merlin

 

Assim, as portas de uso MÉDIO são adequadas apenas para divisões que não exijam uma grande resistência, seja em termos  de durabilidade, isolantes ou de humidade. As de uso FORTE já podem ser utilizadas na maioria das divisões, com uma resistência alta. Por fim, no nível mais alto de resistência, temos as portas de uso INTENSO e MUITO INTENSO, que são recomendadas para qualquer divisão, inclusivé para cozinhas e casas-de-banho.

 

 

3. Os diferentes sistemas de abertura

 

A escolha de um sistema de abertura para uma porta dependerá principalmente do uso que lhe quiser dar e do espaço que tem disponível em casa. É importante garantir que as suas portas são cómodas e funcionais. Dentro dos diferentes tipos de abertura poderá encontrar batentes (de bater, as mais comuns), de correr (embutidas ou suspensas) e de fole:

 

  • Batentes: São as portas mais comuns que conhecemos, que abrem para dentro da divisão. Fáceis de instalar e fornecem um bom isolamento. Podem ser de uma ou duas folhas (porta dupla), muito usadas em salas grandes. Dentro das portas duplas, poderá escolher entre portas de dupla folha (cada folha com o mesmo tamanho) e uma solução com uma parte fixa e outra móvel, ou seja, fixo + folha.

 

  • De correr: São uma boa alternativa às portas de bater, pois ao correrem ao longo da parede, permitem aproveitar o espaço ao máximo. Também poderá escolher entre simples e duplas.

    Portas de correr embutidas: Este tipo de abertura requer obra e permite que a porta se integre completamente dentro da parede.

    Portas de correr suspensas: Não é necessário obra pois a porta fica suspensa numa guia fixada na parte superior da abertura na parede.

 

  • De fole: Se quer ganhar uns centímetros mas não quer investir numa porta de correr, as portas flexíveis de fole são a opção perfeita.  Abrem em acordeão e são extensíveis. Não precisa de muito espaço nem de fazer obras.  Muito práticas para, por exemplo, zonas de lavandaria e despensas.

4. Como escolher o sentido de abertura de uma porta

 

Quando começar a explorar as opções de portas interiores irá reparar que existem portas batentes "direitas" e "esquerdas". Estas denominações referem-se ao sentido de abertura da porta. O sentido de abertura de uma porta estabelece-se sempre do lado em que se empurra a porta para dentro da divisão. Ou seja, se empurrar uma porta e ela abrir para a direita, essa porta tem um sentido de abertura para a direita; e vice-versa.

 

Imagem ilustrativa dos sentidos de abertura de uma porta interior

 

Escolha o sentido de abertura de modo a que:

 

  • Consuma o menor espaço útil possível;
  • Se a abertura da porta estiver perto de uma esquina, logicamente que a porta deverá abrir no sentido da esquina, deixando a passagem aberta para o resto da divisão;
  • Se a instalação elétrica já estiver realizada, garanta que o interruptor fica do lado contrário à abertura da porta para que possa ser facilmente usado;
  • Se a circulação do espaço estiver dependente de uma peça de mobiliário (por exemplo, tem que contornar a cama), então a porta deverá abrir para o lado contrário da circulação, deixando a passagem aberta.

 

 

5. Escolher o desenho e a cor

 

As portas interiores devem também refletir a personalidade da decoração da nossa casa. Uma porta pode trazer interesse a uma parede lisa, pode dar mais calor à casa, oferecer uma imagem mais vanguardista ou dotá-la de um aspeto mais rústico.

 

Se tiver um espaço pequeno, paredes pintadas com cores fortes ou  papel de parede, talvez queira optar por portas mais discretas, de cor branca. Se, por outro lado, tiver um espaço amplo com paredes brancas, pode fazer das suas portas um elemento de contraste com uma cor mais chamativa ou um desenho com frisos.

 

Os tons das diferentes madeiras com as suas cores e acabamentos particulares podem satisfazer qualquer necessidade decorativa. Por sua vez, as portas lacadas a branco ou outras cores permitem fazer jogos decorativos em ambientes modernos. 

 

Na LEROY MERLIN, poderá encontrar portas brancas, cinzas, de tons de madeira claros, naturais ou de tons escuros:

TONS BRANCOS E CLAROS

As portas de tons brancos transmitem amplitude e luminosidade. São ideais para espaços pequenos e com pouca luz.

TONS CINZA

Os cinzas são tendência na decoração e combinam com madeiras claras e escuras, cerâmicas modernas e cimento.

TONS NATURAIS

As madeiras naturais oferecem calor e elegância.  Combinam com ambientes rústicos e clássicos bem como com espaços modernos.

TONS ESCUROS

Os tons escuros injetam personalidade e profundidade num espaço. Indicadas para casas amplas e com muita luz.

 

 

Aproveitar a luz natural

 

Preocupa-lhe alguma divisão ou corredor onde entra pouca luz natural ? Dispomos de várias soluções de portas em vidro (passagem de luz total) ou com vidro (passagem de luz parcial) que permitem aumentar a luminosidade da casa sem comprometer a sua intimidade.

ALGUNS EXEMPLOS

6. Como tirar as medidas

 

Se apenas vai substituir a porta, terá que medir a altura, largura e espessura da porta. No entanto,  se vai instalar/ substituir todo o bloco de porta (inclui o aro), terá que tirar as medidas do vão, isto é, da abertura da parede.

 

Retire e desmonte a antiga porta. Deverá tirar 3 medidas, em vários pontos para garantir a medida certa:

 

  • a altura do chão até à parede na parte superior;
  •  a largura de parede a parede,
  • e a espessura da parede em si:

 

PARA COMEÇAR O SEU PROJETO

PORTAS INTERIORES

Todos os produtos VER TUDO

COMO INSTALAR UM BLOCO DE PORTA

SABER MAIS

SERVIÇO DE INSTALAÇÃO

desde 59,99€ SABER MAIS
Escolher Loja

Para continuar a navegar no nosso site
por favor escolha a sua loja de preferência

Usar a minha localização actual
ou