Escolha a sua loja

Para continuar a navegar no nosso site por favor escolha a sua loja de preferência

Escolher

FAÇA VOCÊ MESMO

Como substituir uma banheira por uma base de duche

1. Ferramentas

As ferramentas  que irá necessitar são:

Maço de ferro                          Recipiente                   Lâmina de serra com cabo   Colher de pedreiro

 

Mini corta tubos           Lima                                                        Maçarico                                   Misturador para berbequim

 

Berbequim                        Talocha em aço inoxidável     Pistola de silicone       Serra de arco para metal

Nível de bolha de ar     Talocha de borracha      Tesouras para cortar PVC   Cortador de cerâmica

Pente dentado       Chave inglesa

 

 

2. Materiais

   

Gesso preto              Tubo flexível em polipropileno     Pano                    Tubo flexível de PVC

 

Tábua de madeira          Limpador de PVC          Areia fina                         Cimento cola

 

Tubo em PVC F-M         Cola de selagem para PVC     Tubo de cobre     Luvas

de 40 mm  

Cunhas de madeira     Decapante para soldar     Cruzetas          Argamassa para juntas

Argamassa          Aditivo impermeabilizante     Estanho               Silicone especial sanitários

Fita teflon

 

3. Instalação da base de duche e ligação das condutas

Agora que já possui a base de ducha, o passo seguinte é instalá-la.

A fixação da base na sua posição correta e a ligação das condutas são operações que devem ser realizadas em simultâneo.

Utilizando um tubo flexível de PVC, deslocar a conduta existente até que esta coincida com o ralo da base de duche.


Para tal, seguir estes passos:

1. Calcular a medida desde a saída do ralo até ao rebordo da base e acrescentar 10 cm.

Cortar a seguir, com as tesouras para PVC, uma secção de tubo flexível com esse comprimento e conectá-lo ao ralo da base.

2. Na conduta existente, cortá-la com um arco de serra para metais, aproximando-se do rebordo exterior dos ladrilhos colocados.

3. Colar um tubo fêmea-fêmea de mesma secção no tubo flexível de PVC colocado na saída do ralo da base.

O ideal é trabalhar com tubos e conexões de 40 mm de diâmetro.
 

Atenção
A cola de selagem deve ser aplicada nas peças a soldar após a aplicação do limpador. Não esquecer que as peças não podem ser rodadas durante o tempo de colagem.

 
4. Colocar a base na sua posição correta e verificar se tem folga suficiente.

5. Retirá-la e preparar a argamassa. Espalhar uma camada generosa de argamassa por cima dos azulejos do perímetro e aplicar limpador no tubo acabado de instalar e, a seguir, cola de selagem.

6. Colocar a base sobre a argamassa. Aplicar também limpador e cola à conduta de PVC existente e conectá-la ao tubo.

 

Conselho
Ter em atenção a posição da base relativamente às paredes terminadas. Ter em conta que, ao colocar os azulejos, estes devem ficar apoiados no rebordo da base para evitar a infiltração de água entre a parede e a base.

 
7. Colocar um nível de ar em cima da base e, com a ajuda de um maço de borracha, ajustar a sua posição. Seguir os traços de referência assinalados nas paredes.

 

Conselhos

- A base deve ficar bem nivelada.
- Não precisa de se preocupar com o declive porque as bases de duches fabricadas atualmente já possuem esse declive.


8. Deixar passar 24 horas para que tudo fique seco e encher a base com água para verificar a ausência de fugas na canalização.

4. Preparação das tomadas de água

As tomadas de água da banheira estão normalmente colocadas a 60 cm do solo. Para instalar a torneira do duche, é necessário deslocar as tomadas de água visto que a torneira do chuveiro deve ficar colocada a 110 cm do solo.
 

Conselho

Antes de iniciar os trabalhos, proteger a base de duche para não a danificar. O ideal é colocar uma tábua de madeira com as mesmas dimensões da base e colocá-la por cima até terminar todos os trabalhos.


Para deslocar as tomadas de água, arrancar da parede os azulejos que estão à volta. Todos os tubos devem ficar visíveis. Trabalhará com mais facilidade se eliminar todos os azulejos até uma altura de 130 cm a partir da base e de 30 cm em largura.

Avançar pouco a pouco, tentando recuperar o maior número de azulejos inteiros para possíveis reposições.

À medida que for retirando os azulejos, poderá comprovar se as tomadas existentes vêm do teto, do solo ou das laterais.

Se a casa for uma construção recente, por norma, os tubos devem vir do teto e são de cobre. Neste caso deverá encurtá-los. Se vierem do solo ou das laterais, deverá prolongá-los.


Caso os tubos sejam de cobre e venham do teto, seguir estes passos para preparar as tomadas de água:

1. Marcar a posição definitiva das tomadas traçando uma linha de referência nos azulejos a 110 cm de altura.

2. Fechar a torneira de alimentação e esvaziar a instalação desmontando as tampas que foram colocadas nas antigas tomadas antes de desmontar a banheira.

3. Cortar as secções de tubo que ficaram à vista a 120 cm do solo com a ajuda de um mini corta tubos ou uma lâmina de serra com cabo. Estes tubos levam uma curva soldar-roscar de ½ polegada.

 

Conselho

Se os tubos cortados estiverem em bom estado, pode reutilizá-los. Caso contrário, deverá cortar novos tubos.


4. Limpar ao nível do corte os tubos que ficaram na parede com um esfregão metálico e verificar a ausência de rebarbas. Se encontrar alguma rebarba, eliminá-la com uma lima de ferro.

5. Inserir tubos de união nas canalizações e colocar as secções de tubo situando o eixo das tomadas na linha de referência marcada no passo 1.

6. Com um marcador, assinalar o eixo do tubo de união sobre o tubo e cortar com o corta tubos.

7. Colocar os tubos e verificar o seu alinhamento bem como a distância de 15 cm entre os eixos das tomadas de água.

5. Soldadura

1. As superfícies a soldar devem estar limpas. Utilizar um esfregão metálico para limpar os tubos do lado exterior e o tubo de união do lado interior.

2. Desmontar os tubos de união e as secções de tubo e aplicar decapante para soldar em todas as uniões.

3. Introduzir as secções de tubo nos tubos de união que por sua vez são introduzidos nos tubos. Colocar uns calços para impedir o seu movimento.

4. Aquecer com o maçarico as peças a soldar até atingirem a temperatura desejada. A temperatura para que haja fusão do estanho é alcançada quando o cobre adquire uma tonalidade vermelho cereja.

5. Afastar a chama e aplicar o estanho. Este vai fundir e correr pela união penetrando por capilaridade entre as peças encaixadas.
 

Atenção
 
Não tocar as secções de tubo com a mão após tê-las aquecido. Corre o risco de queimar-se. Utilizar uma pinça e usar luvas. Também pode arrefecer a soldadura com um pano ensopado em água.


Se as secções de tubo que foram desmontadas estiverem danificadas, preparar umas novas secções de tubo realizadas com as mesmas peças: uma curva soldar/roscar de 1/2 polegada, um tubo e uma secção de tubo de cobre. A seguir, soldá-las conforme o procedimento anteriormente descrito.

 

Conselhos

- Se a soldadura não é o seu ponto forte, pode usar, a partir dos tubos que ficaram na parede depois de cortar, tubos e peças de poliuretano que irá cortando e encaixando por pressão.

- Se optar por usar o poliuretano, é indispensável respeitar as instruções do fabricante para a sua montagem.

6. Após ter terminado a instalação dos tubos, forrá-los com um tubo flexível de polipropileno para protegê-los do contacto direto com os materiais tais como o gesso ou o cimento que irá usar quando colocar o revestimento cerâmico.

7. Preparar a massa de gesso e colocar umas camadas para fixar os tubos à parede. Fixar os tubos com cunhas para que não se mexam durante a operação.

6. Colocação da cerâmica

Agora já pode proceder à colocação do revestimento cerâmico. Para esse efeito, realizar as operações descritas a seguir.

A. Azulejos de parede

1. Verificar se as camadas de argamassa que mantinham os azulejos que retirou estão suficientemente presas aos ladrilhos da parede. Se assim for, preencher os orifícios que ficaram entre eles, geralmente no encontro entre as peças de cerâmica e especialmente nos cantos.

 

2. Preparar a argamassa com areia de rio e cimento, ou utilizar um preparado para preencher os orifícios. Aplicá-la com uma colher de pedreiro e deixá-la nivelada com a ajuda de uma talocha. Após ter rematado todas as paredes e coberto todos os azulejos do rodapé da base de duche com argamassa, deixar secar o conjunto durante pelo menos 48 horas.
 

Conselho
Se acrescentar um aditivo impermeabilizante à água durante a preparação da argamassa, conseguirá melhorar a estanqueidade dos painéis do duche.

 
3. Após estar tudo seco, preparar o cimento cola para fixar os azulejos.

Verter água numa gamela e polvilhar a mesma quantidade de produto. Misturar com um berbequim equipado de um misturador até obter uma massa homogénea e aguardar cerca de 5 minutos antes de aplicá-la.

 

4. Aplicar o cimento cola com uma talocha dentada em linhas horizontais.

 

5. Começar a colocar os azulejos de cima para baixo. Quando chegar ao rebordo do duche cortar as peças em função do espaço restante.

6. Utilizar cruzetas de plástico para manter as juntas entre os azulejos e não esquecer de deixar também uma junta entre os azulejos e a base de duche. Usar réguas metálicas para fixar a cerâmica enquanto coloca os azulejos.
 

B. Tijoleira

Após ter colocado os azulejos, proceder à colocação da tijoleira. Em princípio, vai constatar um desnível importante.

Se observar o solo que está instalado na casa de banho, poderá apreciar que debaixo da tijoleira há um leito de areia. Por cima da areia há uma camada de compressão formada por argamassa e, sobre esta camada, estão as tijoleiras coladas com cimento cola.

Portanto, para proceder da mesma forma com a tijoleira a colocar, seguir estes passos:

1. Utilizar areia fina para realizar a primeira camada de enchimento. Esta areia fica mais compacta e contém menos volume de água que a areia de rio.

Alisá-la com uma talocha e assegurar-se de que a camada tenha a mesma espessura em toda a sua extensão. A areia deve cobrir toda a superfície até ao perímetro do duche.

2. A seguir, preparar a argamassa e vertê-la sobre o leito de areia. Esta argamassa constitui a camada de compressão que deve ser aproximadamente de 3 cm.

Calcular a que altura abaixo do solo terminado deve ficar esta camada. Para tal, acrescentar 1 cm à espessura da cerâmica. Este centímetro servirá para colocar a cola e corrigir pequenos desníveis.

3. Quando a argamassa tiver endurecida, colar a tijoleira com a cola adequada ao tipo de cerâmica a instalar.

4. Recortar as peças com o cortador de cerâmica quando alcançar o bordo da base de duche. É importante assegurar uma junta de 1 cm entre o último remate de tijoleira e os azulejos que servem de suporte à base.

5. Finalmente, colocar com argamassa as peças de cerâmica do rodapé da base de duche.

7. Remates a acabamentos

A. Rejuntar a tijoleira e azulejos

Após ter colocado toda a cerâmica e ter aguardado 24 horas de secagem, realizar as juntas da tijoleira e dos azulejos.

Utilizar uma argamassa colorida para juntas de 2 a 15 mm e seguir estes passos:

1. Preparar uma argamassa que não seja muito líquida, para não perder consistência, nem muito espessa, para poder aplicá-la sem dificuldade. Se utilizar o berbequim previsto com o misturador para batê-la, evitará a formação de grumos.

2. Aplicar o produto sobre as juntas com uma talocha de borracha, pressionando até que fiquem bem preenchidas.

 

3. Quando a argamassa começar a endurecer, repassar as juntas com uma espátula de betume para juntas.
 
 
B. Montar as torneiras


Habitualmente, as torneiras incluem uns excêntricos que são as conexões que devem ser colocadas nas tomadas de água. Após terem sido conectados às torneiras, estes excêntricos são os que permitem aproximar a torneira da parede e nivelá-la.

1. Colocar os excêntricos, aproximar a torneira e nivelá-la.

2. Quando estiver nivelada, marcar as referências correspondentes sobre os excêntricos e a sua posição na parede.

3. Desmontar o conjunto e enrolar teflon na rosca dos excêntricos que entram nas tomadas.

4. Enroscar os excêntricos nas tomadas até as marcas coincidirem.
 

5. Montar o corpo da torneira, fixar o suporte para o chuveiro e abrir a torneira de alimentação.


C. Rematar as juntas

Preencher com silicone especial sanitários o encontro da base de duche com as paredes. Este tipo de silicone, que contém fungicida, evita a formação de bolor e o consequente enegrecimento da junta.

A superfície deve estar limpa, seca e isenta de gordura ou pó.

Utilizar uma pistola para aplicar o silicone. Cortar a cânula do cartucho em bisel e verificar se esta se ajusta à largura da junta entre a base de duche e a parede.

 

Para terminar, passar o dedo humedecido numa solução com água e sabão por cima da tira de silicone. Pode optar também por utilizar um alisador de silicone.

 

Escolher Loja

Para continuar a navegar no nosso site
por favor escolha a sua loja de preferência

Usar a minha localização actual
ou