Escolha a sua loja

Para continuar a navegar no nosso site por favor escolha a sua loja de preferência

Escolher

FAÇA VOCÊ MESMO

Saiba mais sobre sistemas de vigilância

1. Introdução

A instalação de câmaras e gravadores associa proteção e efeito dissuasor que este tipo de equipamento de segurança proporciona. Escolha entre uma grande variedade de funções (visão noturna, controlo remoto, IP, uso no exterior...) de acordo com as suas necessidades.

           - Os componentes do sistema de vigilância (Passo 2)
           - Vigilância em direto e em diferido (Passo 3)
           - Que funções oferecem os equipamentos de videovigilância (Passo 4)
           - Similar a vigilância (Passo 5)
           - Conselhos para evitar os roubos na sua habitação (Passo 6)

2. Os componentes do sistema de vigilância

Os kits de videovigilância são compostos por câmaras, recetores ou monitores que recebem as imagens capturadas pelas câmaras e gravadores. Graças às câmaras e monitores, estes sistemas são muito eficazes como elementos, não só de segurança, mas também de controlo remoto do quarto das crianças, piscina, jardim, garagem, etc.

Câmaras:  Incumbidas de capturar as imagens, podemos escolher entre uma variedade de dispositivos de acordo com as nossas necessidades: de interior ou exterior, com ou sem fio, com diferentes ângulos de visão, com ou sem visão noturna, com ou sem microfone...
Recetores:  Monitor, televisor ou ecrã específico para receber as imagens da câmara.  
Gravadores:  Independente ou ligado a um computador ou ao nosso telemóvel através de uma aplicação.  

 

                                                                             

                                                                               Câmara com fios                                                            Monitor TFT                                                                   Gravador                                                                                                                                           

3. Vigilância em direto e em diferido

Direto:  As câmaras vigiam em tempo real para uma intervenção imediata em caso de qualquer incidência. Dentro deste tipo podemos estabelecer várias classificações: com ou sem fio, de interior ou exterior, com ou sem visão noturna, analógicas ou digitais...

Diferido: Se as pessoas não estão em casa quando ocorre o percalço, o armazenamento das imagens num gravador ou disco rígido é muito útil para poder resolver o incidente. Para além do dispositivo de gravação, é conveniente dispor de um software que permite localizar rapidamente as imagens. 
Para que as imagens sejam válidas como prova em tribunal, os gravadores devem ser fornecidos com marca de água para garantir que a gravação não foi manipulada.

4. Que funções oferecem os equipamentos de videovigilância

• Deteção de movimento: As câmaras que incorporam esta tecnologia só gravam quando detetam um movimento.


• Exteriores: Se instalar a câmara no exterior, opte por um modelo preparado para resistir ao pó e à água. Verifique se o modelo tem uma classe de proteção IP44 ou superior. O índice IP (International Protection) define o grau de proteção contra a humidade e o pó.


• Visão noturna: As câmaras com visão noturna incluem a tecnologia de LED infravermelho que permite distinguir objetos e pessoas no escuro. Quanto mais LEDs tiver a câmara mais nítida será a visão.


• Pixels: Tal como acontece com as máquinas fotográficas ou os smartphones, quanto maior for o número de pixels melhor será a qualidade de imagem.


• Função Quad: Permite visualizar as imagens captadas por 4 ou mais câmaras num mesmo ecrã.


• Transmissão digital: Amplia o alcance entre a câmara e o recetor e elimina as interferências de imagem e som.


• Controlo remoto: Este tipo de sistema permite vigiar a sua casa ou empresa à distância através da Internet. Para o efeito, deve conectar a câmara IP a um computador ou telemóvel e ter um bom acesso à rede.

 

Câmara IP

5. Simular a vigilância

O uso de meios de dissuasão é a chave para afastar os ladrões e evitar que a nossa casa seja escolhida como alvo pelos assaltantes. Embora não devemos confiar toda a segurança da nossa casa a este tipo de aparelhos, as câmaras fictícias são uma opção perfeita para completar o nosso sistema de vigilância. 
O seu aspeto profissional confere-lhes o mesmo efeito dissuasor do que os dispositivos reais.

6. Conselhos para evitar os roubos na sua habitação

Evite guardar muito dinheiro, joias e outros objetos de valor em casa ou, se o fizer, utilize um cofre.
O acesso à garagem é um ponto fraco. Os ladrões podem usar os poucos segundos que demora a porta automática a fechar para entrar. Aguarde o encerramento da porta e verifique que não entra nenhum suspeito.
Cuidado com os serviços técnicos que não tenham sido previamente solicitados. Fazer-se passar por outras pessoas é um recurso habitual dos ladrões.
Não se esqueça das precauções básicas como não abrir a estranhos e se tiver um sistema de alarme habitue-se a ligá-lo quando sai de casa.
Colabore com os seus vizinhos na adoção de medidas de segurança nas áreas comuns, como a garagem ou urbanização.
Se alguma vez chegar a casa e encontrar a porta aberta, não entre. Contacte a polícia e aguarde pela sua chegada.

Escolher Loja

Para continuar a navegar no nosso site
por favor escolha a sua loja de preferência

Usar a minha localização actual
ou
Utilizamos cookies para proporcionar uma melhor experiência de navegação.
Antes de a aceitar, leia atentamente a nossa politica de privacidade e cookies. e escolha as suas preferências