Escolha a sua loja

Para continuar a navegar no nosso site por favor escolha a sua loja de preferência

Escolher

FAÇA VOCÊ MESMO

Como escolher os seus protetores ou lasures

1. Introdução

As madeiras exteriores estão expostas a todo o tipo de agressão: humidade, parasitas, raios UV... Os protetores (ou lasures) protegem-nas deixando transparecer os seus veios. Fáceis de usar, devem ser escolhidos em função da tarefa a efetuar (primeira aplicação ou manutenção regular) e das condições climáticas locais.

         - Um protetor (ou lasure), o que é? (Passo 1)
         - Diferentes protetores (Passo 2)
         - Aplicação (Passo 3)

 

2. Um protetor (ou lasure), o que é?

Um protetor é um produto de acabamento e de proteção da madeira. Hidrófugo e microporoso, impede a penetração da água deixando ao mesmo tempo a madeira respirar. Tal como as tintas e os vernizes, os protetores são constituídos de um ligante (resinas acrílicas, alquídicas...) e de um solvente (água, white-spirit...). Mas não são no entanto produtos de tratamento!
Além disso, já não contêm matérias ativas contra os insetos e/ou fungos e bolores (fungicidas).
Graças aos pigmentos que contêm, os protetores coloridos ou de cor funcionam como barragem contra os raios ultravioletas, responsáveis do escurecimento.
Os protetores incolores preservam o aspeto natural da madeira (como os coloridos claros ou louros).
Mas, de modo geral, não filtram tão bem os raios ultravioletas.
Existem, no entanto, protetores incolores que possuem cargas especiais anti-UV.

Conselho:

À diferença das tintas e vernizes, os protetores não são filmogénios. Não formam uma «segunda pele» mas penetram ligeiramente na madeira. A sua superfície enfarinha-se e degrada-se com o tempo. Ao fim de 3 a 10 anos, consoante os produtos, uma nova aplicação é necessária.

 

3. Diferentes protetores

Os protetores podem ser aplicados na maior parte das essências de madeira europeias ou exóticas.
Com exceção da teca, madeira oleosa, para a qual um óleo é mais adequado.

Primários

Esses produtos de renovação são compatíveis com todos os tipos de protetores (à base de água ou white-sprit). Impregnam a madeira e favorecem a aderência da camada de acabamento.

         - Primário para madeiras novas ou decapadas.
         - Primário aclarador para madeiras escurecidas, antigas ou deterioradas (sem decapagem nem polimento).
         - Primário especial para madeiras exóticas (bloqueia os poros).

Protetores clássicos

A sua duração no tempo depende da sua taxa de «extrato seco». Isto é, componentes não voláteis deixados na superfície após secagem (portanto fora solvente).

          - Menos de 30 % de extrato seco: duração limitada a 2 ou 3 anos.
          - Entre 30 e 40 %: longevidade acrescida até 5 ou 6 anos.
          - Acima de 50 %: duração de vida de 8 a 10 anos, e mesmo 12 anos.

O nível de proteção depende do teor em resinas e em matérias ativas.

           - Protetor incolor ou colorido para manutenção regular.
           - Protetor alta proteção contra as intempéries e os ataques de parasitas da madeira.
           - Protetor condições extremas: clima particularmente agressivo (marinho ou montanhoso).

Protetores de cor

Decorativos, esses protetores declinam-se em tons pastéis ou mais acentuados.

           - Várias nuances de branco, bege, azul, castanho, cinzento, vermelho, verde... e mesmo preto. Os protetores de cor são mais compactos do que os coloridos mas deixam no entanto os veios aparentes.
           - Os pigmentos usados são de origem mineral (ocre, terra...) ou à base de óxidos de metais.
           - Proporcionam uma proteção reforçada contra os ultravioletas.

Conselho: Os protetores existem em fórmula líquida ou em gel. Dois aspetos de acabamento: mate ou acetinado.

 

4. Aplicação

 

                                           


Os protetores aplicam-se todos com pincel ou trincha, por vezes com rolo ou pistola (exceto as fórmulas em gel).
De modo geral, o suporte deve estar limpo, são e seco. 

Preparação

         - Todas as madeiras, novas ou pintadas, necessitam de tratamentos contra os insetos, fungos e bolores.
         - As madeiras novas requerem um polimento seguido de uma boa limpeza. O mesmo se aplica para madeiras desbotadas ou com protetor (lasure).
         - As madeiras pintadas ou envernizadas devem ser decapadas e depois tratadas.

Aplicação

Os fabricantes recomendam um mínimo de duas demãos.
Uma terceira demão pode ser necessária para as madeiras muito expostas às intempéries ou a uma forte insolação (sul, sudoeste).

         - Com as fórmulas líquidas não carregar demasiado o pincel ou a trincha, sob pena de derrames.
         - Os protetores em gel, untuosos, não goteiam e evitam os riscos de projeção.

Conselho: Os protetores destinam-se às superfícies verticais ou inclinadas: num pavimento de madeira, não resistam muito tempo aos riscos e aos choques. Três demãos são aconselhadas nas madeiras macias que queremos conservar claras. A primeira com um protetor clássico ligeiramente colorido, as duas outras com protetor incolor anti-UV.

 

Escolher Loja

Para continuar a navegar no nosso site
por favor escolha a sua loja de preferência

Usar a minha localização actual
ou
Utilizamos cookies para proporcionar uma melhor experiência de navegação.
Antes de a aceitar, leia atentamente a nossa politica de privacidade e cookies. e escolha as suas preferências